Publicações Ody & Keller Advocacia e Assessoria Empresarial
Asset 4.png
  • Ody&Keller

Improdutivos: Economist critica “soneca de 50 anos” do trabalhador brasileiro

A produtividade dos brasileiros, ou melhor, a falta dela é o novo alvo da revista britânica The Economist. Na edição de abril, a publicação traz uma reportagem em tom bastante ácido sobre o mercado de trabalho do Brasil. A reportagem diz que os brasileiros são “gloriosamente improdutivos” e que “eles devem sair do seu estado de estupor” para ajudar a acelerar a economia.

Com o título “Soneca de 50 anos”, a revista diz que “poucas culturas oferecem uma receita melhor para curtir a vida”, após citar empresários que relataram ter enfrentado dificuldades para contratar funcionários, usando como pano de fundo o festival Lollapalloza, em São Paulo. Um deles, segundo a Economist, teria contratado 20 trabalhadores temporários para atuar em suas barracas de fast-food no festival Lollapalloza, em São Paulo, mas apenas dez apareceram.

A reportagem cita uma série de fatores explicam a fraca produtividade dos brasileiros, como o baixo investimento em infraestrutura, baixa qualidade dos indicadores dos alunos brasileiros, apesar do aumento do gasto público em educação, e a má gestão das empresas. O Brasil investe apenas 2,2% do PIB (Produto Interno Bruto) em infraestrutura, contra uma média de 5,1% nos países desenvolvidos. “Enquanto 278 mil patentes foram registradas nos Estados Unidos no último ano, apenas 254 vieram do Brasil”, aponta.

Segundo a publicação, a produtividade dos trabalhadores foi responsável por 40% do PIB do Brasil entre 1990 e 2012, comparado com 91% da China e 67% da Índia, com base em dados da consultoria McKinsey. “Para a economia crescer mais rápido, a um ritmo de 2% ao ano, os brasileiros precisarão ser mais produtivos”, concluiu.

Fonte: Infomoney – Acesso em 15/08/2014 – http://goo.gl/SBfVOh

0 visualização

Publicações