Publicações Ody & Keller Advocacia e Assessoria Empresarial
Asset 4.png
  • Ody&Keller

Inauguração de shopping impacta na valorização de imóveis da cidade

Nos últimos cinco anos foram inaugurados 94 shopping centers no Brasil. Em dezembro do ano passado havia 457 empreendimentos em operação Até o final deste ano, a expectativa é que sejam 498. Para saber como os centros de  compras impactam em uma cidade quando é inaugurado, a Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) realizou um estudo.

Uma das conclusões é que a percepção de valorização imobiliária na região do entorno imediato do shopping center instalado é 46% superior à percepção da valorização do restante da cidade.

A associação explica que a valorização dos imóveis nestas cidades pode ser comprovada pelo aumento de 82% de arrecadação do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). “É possível afirmar que os fatores decorrentes da entrada de um shopping, como a construção de novas vias de acesso, melhoria no tipo de construção e padrão de acabamento dos imóveis em seu entorno, além da própria proximidade com um grande centro comercial, são alguns dos principais fatores que contribuem para a valorização dos imóveis.”

Outro fato que comprova a valorização territorial e o desenvolvimento imobiliário da cidade é o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), que demonstra as transações ocorridas no setor imobiliário. Os municípios em análise pela pesquisa apresentaram crescimento de 168% do ITBI, frente a 141% de crescimento dos municípios em comparação.

Impacto no setor comercial O estudo indicou ainda que os novos shoppings refletem diretamente no setor comercial e serviços. Pelos dados, os municípios que receberam esse tipo de empreendimento tiveram crescimento de 130% de arrecadação do ISS e 79% de ICMS, em contrapartida ao crescimento de 79% e 52% da arrecadação, respectivamente, em cidades que não receberam um shopping center.

Além de gerar receitas tributárias, o shopping center gera maior formalização dos serviços e do comércio local, estimulando a qualificação e a profissionalização no comércio e nos prestadores de serviços da região. Um shopping de porte médio gera aproximadamente duas mil vagas de empregos diretos.

“Durante o período analisado observou-se um crescimento do número de postos de trabalho cresceu 34% nas cidades com shopping contra apenas 14% das cidades sem shopping. Este número reflete não só os postos de trabalho criados pelo shopping, mas também o surgimento de novas empresas prestadoras de serviço e comércios no entorno do empreendimento.”

Fonte: InfoMoney – Acesso em 21/08/2013 – http://goo.gl/1xaatN

0 visualização

Publicações