Publicações Ody & Keller Advocacia e Assessoria Empresarial
Asset 4.png
  • Ody&Keller

Feira de calçados Zero Grau terá mais de 900 marcas

A provável antecipação do calendário escolar para o próximo ano deve movimentar ainda mais as vendas durante a Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios. A feira será realizada em Gramado (RS), entre de 18 a 20 de novembro, e apresentará as novas coleções para o outono e inverno de 2014. A volta às aulas do próximo período letivo deve sofrer alterações em função da Copa do Mundo, que será realizada no Brasil no próximo ano.

A Lei Geral da Copa estabelece que os sistemas de ensino ajustem os calendários de forma que as férias escolares das redes públicas e privadas abranjam todo o período da Copa de 2014 – 12 de junho a 13 de julho.

Já a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) define que o calendário escolar seja adequado às peculiaridades locais e que devem ser cumpridos, no mínimo, 200 dias letivos. Com isso, além da alteração no período de férias, as redes de ensino terão que adequar o início e/ou o final das aulas.

Em São Paulo a rede pública já definiu que antecipará as aulas para o dia 27 de janeiro. “O ano será atípico. A programação de produtos tem que ser antecipada, pois só assim o varejo terá condições de estar preparado para a demanda. A Zero Grau será, portanto, a grande antecipação para auxiliar o varejo especializado no ano que vem”, destaca o diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da feira, Frederico Pletsch.

A Zero Grau terá 280 expositores, e mais de 900 marcas de todos os pólos de produção de calçados. O evento será a maior feira de lançamentos de inverno já realizada no Rio Grande do Sul, e com foco nas regiões mais frias do Cone Sul.

“Além de antecipar a voltas às aulas e mexer com o mercado, a Copa também trará ao Brasil um grande número de turistas. Com isso, o comércio no próximo ano vai vender internamente para o mundo todo. Ele terá que estar bem abastecido de lançamentos para provocar o desejo de compras em pessoas com diferentes culturas e diferentes desejos. Para o calçado tudo isso inicia na Zero Grau com os lançamentos da coleção fria de outono/inverno 2014”, ressalta Pletsch

O sucesso da feira também está garantido pela vinda de lojistas. Faltando cerca de 20 dias, a Serra Gaúcha já está com mais de seis mil diárias comprometidas, em função da grande procura de visitantes que estarão na região por causa da feira. “A feira vai garantir a produtividade da indústria calçadista durante os primeiros meses do ano, o que é muito positivo para todo o setor”, destaca Renato Klein, presidente do Sindicato das Indústrias de Calçados de Igrejinha – Sindigrejinha.

A expectativa é de que a Zero Grau seja responsável por garantir a produção das fábricas por entre 60 e 75 dias. “Além disso, a feira garante os estoques dos lojistas. Com o aumento de demanda previsto, poderemos ter uma ampliação desse comprometimento, com mais vendas durante o evento”, lembra o presidente do Sindicato das Indústrias de Calçados de Três Coroas, Rogério Müller.

A Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.

Fonte: Expensão RS – Acesso 01/11/2013 – http://goo.gl/vMBRTU

0 visualização

Publicações